FICHAS DE JULGAMENTO - Super Stakes Classic ANCA 2008
Aberta Classic
  Fichas
1ª Classificatória 1ª Bateria   2ª Bateria   3ª Bateria  
Final 1ª Bateria  
 
Aberta Ltda.
  Fichas
Final 1ª Bateria  
 
Non Pro
  Fichas
Final 1ª Bateria  
 
Amador
  Fichas
Final 1ª Bateria  
 

Juiz:
Mark Harden, Weatherford, Texas, EUA

Esta é sua 4ª vez julgando aqui no Brasil, como esse evento foi em relação aos outros?

A última vez que vim, em Assis, eu vi um grande melhoramento, mas nessa prova eu não vi tanto. Eu não quero parecer crítico, apenas construtivo e apontar umas situações que contribuam para continuar o melhoramento de apartação no Brasil.

Vi muitos competidores querendo fazer demais com o gado que teve. Nem todo boi é tão ótimo que dá para tirar um 74. Se você tirar um boi de 71, não tente torná-lo em um de 74. Procure a hora certa para desligar dele e volte ao rebanho para pegar um melhor. Um exemplo perfeito foi na final da categoria Aberta. Um dos campeões começou com um boi bem comum, mas ele evitou riscos e depois voltou e tirou um boi bom e depois outro. Ele não estragou a chance dele arriscando tornar um boi comum num boi bom. Ele foi inteligente e acabou ganhando a prova. Não todo boi dá para tirar um 74, nem toda apresentação vai ser um 74, mas se evitar erros consistentemente talvez não marque notas altas nem ganhe toda prova, mas vai ser bem colocado em toda prova e ganhar muito dinheiro ao longo do tempo.

A maioria do gado usado nesse evento foi boa, além de uma classificatória. Sobre o amansamento, eu gostaria de ver os treinadores enfrentar cada bateria da maneira que precisa. Não existe um padrão que vai funcionar com todo gado. Assistir o gado ser amansado em Fort Worth e aplicar a mesma técnica a toda bateria aqui não vai funcionar. Cada uma é diferente. Algumas precisam de um tratamento mais suave do que usam nos EUA. Uma parte importante de ser um treinador de apartação é conhecer e entender o gado. O que eu realmente quero ver melhorar são as 4 pessoas que estão ajudando o amansamento prestarem atenção no que está acontecendo. Eu vi o gado sendo amansado com os 4 ajudantes ficando num canto e deixando o gado correr aonde que quisesse. Assim fica muito difícil amansar bem o gado.

Todo mundo gosta de ver a emoção na cara de um apartador quando ele sai da pista depois de fazer uma prova boa. Eu gostei de ouvir a platéia batendo palmas para os competidores que desistiram e deixaram o gado para o próximo que ainda tinha chance de classificar para a final, mas ninguém gosta de ver desgosto na cara do competidor saindo da pista quando ele perde. Não parece bem para a modalidade.

Os rebatedores poderiam ter ajudado melhor em umas situações. Eles precisam aprender melhor como movimentar um boi. Teve umas vezes que dois bois tinham grudado e o apartador conseguiu separá-los, e os rebatedores de frente não limparam o outro boi da área de trabalho, e os 2 bois colaram novamente.

A 1ª vez que eu vim aqui no Brasil eu falei com os competidores depois da prova a fim de encorajá-los a serem mais agressivos na tirada. Eles precisam levar o boi mais para frente, assim dando separação do rebanho e espaço para trabalhar. A primeira coisa que deveria mostrar ao juiz é que o conjunto consegue conduzir o boi para fora do rebanho. É o fundamento de apartação.

Você deu várias penalidades para pessoas demorando para baixar a rédea na prova. Até quando pode manter a mão erguida?

Durante a tirada, o competidor pode manter a mão erguida enquanto há outros bois na área de trabalho. Assim que o último boi passar a garupa do cavalo o competidor deveria baixar a mão, a não ser que o competidor ainda esteja conduzindo o boi para frente.

Teve muitos competidores que ficaram tão perto do rebanho, e às vezes tinham ido para um lado também, que não perceberam que o último boi já tinha passado a garupa. Se procurassem ir mais para frente teriam deixado mais espaço para trabalhar que, sempre parece melhor e também, dá mais confiança na hora de baixar a mão.

Não me leve pelo lado errado, o trabalho no rebanho de uns competidores foi excelente, mas no geral eu gostaria de ver mais autoconfiança nos competidores na hora de tirar o boi. Mais confiança no competidor deixará o animal sendo apresentado mais calmo também.

O que se destacou do evento para você?

Eu vi uns treinadores que estão fazendo um excelente trabalho. Eles prepararam e apresentaram seus animais muito bem. Às vezes acontecem coisas fora do seu controle, isso faz parte de apartação.

Também a estrutura é excelente, e o gado foi bom, além daquela classificatória, mas eu sempre gosto muito de vir aqui no Brasil porque as pessoas são bem simpáticas e amigáveis.

Veja os Resultados Completos deste evento.
 
Veja nossa lista completa de eventos passados e novos eventos
 
PARCEIROS












LINKS








 
Praça Amador Bueno Florence, 274 Ap. 4 - Largo São João, Espírito Santo do Pinhal - SP - 13990-000
Fone: (19) 3651-5362 / (19) 99904-1191 / (19) 99617-2369